Busca no Site
 
Página Inicial Agenda de Eventos Pedido de Oração Webmail Contato
Institucional
Cursinho - Renovação
Grupos de Oração
Agenda de Eventos
Galeria de Eventos dos Grupos
Galeria de Fotos
Galeria de Áudio
Galeria de Vídeo
Formação
Artigos Dom Anuar
Mensagem do Dia
Link's Úteis
Downloads
Webmail
Contato
ASSESSOR ECLESIÁSTICO
CENTRO DIA JOÃO PAULO II
COMUNICAÇÃO SOCIAL
COORDENADOR DIOCESANO
CRIANÇAS
CURA E LIBERTAÇÃO
CURSO PRÉ-VESTIBULAR
FAMÍLIAS
FÉ E POLÍTICA
FORMAÇÃO
INTERCESSÃO
JOVEM
LITURGIA
MECE
MÚSICA E ARTES
PREGAÇÃO
PROMOÇÃO HUMANA
SEMEADORES
UNIVERSIDADES RENOVADAS
MENSAGEM DO DIA - 25/09/2017
Proprietário da vinha é justo com os trabalhadores

Pe Luiz Carlos de Azevedo
Paróquia São Francisco de Assis – Maringá
Clique para ampliar a foto
Grupos de Oração: 

Servos da Rainha

Terça-Feira, Paróquia São Francisco de Assis, 19h30.


Nossa Senhora de Fátima

Sexta-Feira, Capela Nossa Senhora da Paz, 20h00.


São Francisco de Assis

Sexta-Feira, Igreja Matriz, 20h00.


Força Jovem Cristã

Sábado, Capela N.S. Rainha da Paz - Ebenezer, 20h00.


JUNAC

Sábado, Salão da Paróquia São Francisco de Assis. 20h45.


Mt  20,1-16a

A liturgia deste domingo inicia pela boca do profeta Isaías dizendo: “procurai o Senhor enquanto é possível encontrá-lo, chamai por Ele”. Nossas comunidades se reúnem para celebrar a fé, crendo que, para nós, o viver é Cristo e o morrer representa um lucro. Jesus nos diz que precisamos cumprir a justiça.

  1. Jesus o Mestre da justiça

Não é somente Jesus responsável pela justiça do reino que cria uma nova sociedade, os Seus seguidores também são convocados à novidade do Reino mediante a prática da justiça que ele ensinou. O ensinamento do Senhor nos manda superar a justiça dos doutores da Lei e dos fariseus.

  1. Sentido da Parábola de hoje

Ela se refere ao momento, onde somos chamados a construir uma sociedade baseados nos princípios da justiça para todos. O texto nos mostra muitos desempregados. Homens sem terra para cultivar. Por que será que estão perambulando pelas ruas?  Como chegaram a esse estado de ‘coisa’? Injustiça social. Jesus faz uma profunda crítica ao sistema vigente. O patrão combinou o valor do salário. O empregado concordou com o valor. Quase no fim do dia contratam mais alguns. No fim do dia todos recebem o mesmo valor. A decisão do patrão é o coração da parábola. A nossa ideia de justiça cada um recebe pelo que fez, sem levar em conta a necessidade de cada um. A justiça do Reino todos têm direito a vida em abundância. Aqueles que não tiveram quem os contratassem foram excluídos.

  1. Justiça do patrão

O patrão dá a cada um segundo a justiça do Reino. Os que foram contratados pela manhã murmuraram. Estes protestos provêm daqueles que são privilegiados contra a graça outorgada aos que nada possuem. A reclamação é por causa da igualdade de tratamento do patrão. Como no nosso caso, um professor trabalha 20h por semana e ganha uma miséria, um político trabalha algumas horas semanal e ganha um ‘rio de dinheiro’. O projeto de Deus é que todos tenham condições dignas de viver bem.

 | OUTRAS MENSAGENS | »    17/12/2017 - O amor de Deus transformou o mundo... »    10/12/2017 - Nossa solidariedade ao povo de Pinhão ... »    08/12/2017 - A VONTADE DIVINA DE ENCONTRAR-SE COM O SER HUMANO DEVE CORRESPONDER À VONTA... »    11/11/2017 - A VINDA DO SENHOR NOS SINAIS DOS TEMPOS: COLHEREMOS O QUE PLANTAMOS... »    04/11/2017 - NADA E NINGUÉM PODEM SUBSTITUIR O PRÓPRIO DEUS... »    21/10/2017 - O ALTAR DO LEIGO: TRANSFORMAR AS REALIDADES TEMPORAIS... | TODAS AS MENSAGENS | 
 
Facebook

RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA - ARQUIDIOCESE DE MARINGÁ

Rua Topázio, 732 - Jardim Real

Maringá - Paraná

Fone: (44) 3026-8811

E- mail: rccmaringa@gmail.com