Busca no Site
 
Página Inicial Agenda de Eventos Pedido de Oração Webmail Contato
Institucional
Cursinho - Renovação
Grupos de Oração
Agenda de Eventos
Galeria de Eventos dos Grupos
Galeria de Fotos
Galeria de Áudio
Galeria de Vídeo
Formação
Artigos Dom Anuar
Mensagem do Dia
Link's Úteis
Downloads
Webmail
Contato
ASSESSOR ECLESIÁSTICO
CENTRO DIA JOÃO PAULO II
COMUNICAÇÃO SOCIAL
COORDENADOR DIOCESANO
CRIANÇAS
CURA E LIBERTAÇÃO
CURSO PRÉ-VESTIBULAR
ESCRITÓRIO ARQUIDIOCESANO RCC MARINGÁ
FAMÍLIAS
FÉ E POLÍTICA
FORMAÇÃO
INTERCESSÃO
JOVEM
LITURGIA
MECE
MÚSICA E ARTES
PREGAÇÃO
PROMOÇÃO HUMANA
SEMEADORES
UNIVERSIDADES RENOVADAS
ARTIGO DOM ANUAR
Mãe do céu morena!
Clique para ampliar a foto

Estamos em pleno mês de outubro, véspera do Dia das Crianças e de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Mãe, Rainha e padroeira desta nação. Uma nação que vive tempos difíceis no campo político, econômico, moral, cultural. Querem negar nossa origem cristã. Mas somos o que somos. Somos “Terra de Santa Cruz”, com profundas raízes cristãs.

 

Um povo que nega a sua origem, nega a sua história, perde a memória, esquece as tradições, deixa de existir. Por mais que se queira negar as raízes cristãs de um povo miscigenado de raças e cores, marcado por um pluralismo cultural e religioso incomparável, sempre seremos a Terra de Santa Cruz.

 

Essa terra abençoada foi colocada sob o manto materno da Mãe negra, morena, a Mãe colorida de amor por todos. Nestas terras brasileiras correm rios de suor e de luta pela terra, pela moradia, pela educação, pela saúde, pela dignidade de todos, principalmente das crianças.

 

Como construir uma pátria amada, idolatrada, sem considerar as crianças de todas as classes, de todas as culturas? Como garantir o bem comum de todos se antes de tudo não acolher e defender a vida desde o nascimento até a morte natural?

 

Por isso, celebrar o Dia das Crianças significa dar condições para que elas cresçam amparadas, pela família e pela sociedade. Não se educa apenas com presentes e festas, oferecendo tudo sem sentir o que custou para ganhar. Nada que é dado gratuitamente é valorizado. Fazer festa, dar presente, sim, porém nunca esquecer que o maior presente é dar-se a si mesmo, dar atenção, carinho, afeto, mantendo o equilíbrio entre o sim e o não. Este talvez seja o caminho mais difícil, mas o mais efetivo, pois nada substitui um coração amoroso de um pai e de uma mãe, que sabem podar e elogiar, no momento certo e na hora certa.

 

Ao celebrar o dia da nossa padroeira, quero recordar algumas palavras do Papa Francisco no Santuário de Aparecida em 2013: “Venho hoje bater à porta da casa de Maria, que amou e educou Jesus, para que ajude a todos nós, os Pastores do Povo de Deus, aos pais e aos educadores a transmitir aos nossos jovens os valores que farão deles construtores de um país e de um mundo mais justo, solidário e fraterno. Para tal, gostaria de chamar à atenção para três simples posturas: Primeiro: nunca percamos a esperança! Nunca deixemos que ela se apague nos nossos corações! O ‘dragão’, o mal faz-se presente na nossa história, mas ele não é o mais forte. Deus é o mais forte, e Deus é a nossa esperança! Segundo: Quem poderia imaginar que o lugar de uma pesca infrutífera, torna-se-ia o lugar onde todos os brasileiros podem se sentir filhos e uma mesma Mãe? Deus sempre surpreende, Deus sempre nos reserva o melhor. Mas pede que nos deixemos surpreender pelo seu amor, que acolhamos as suas surpresas. Terceiro: Viver na alegria. Queridos amigos, se caminhamos na esperança, deixando-nos surpreender pelo vinho novo que Jesus nos oferece, há alegria no nosso coração e não podemos deixar de ser testemunhas dessa alegria... Deus nos acompanha. Temos uma Mãe que sempre intercede pela vida dos seus filhos. Queridos amigos, viemos bater à porta da casa de Maria. Ela abriu-nos e fez-nos entrar e nos aponta o seu Filho. Agora Ela nos pede: ‘Fazei o que Ele vos disser’ (Jo 2,5). Sim, Mãe nossa, nos comprometemos a fazer o que Jesus nos disser! E o faremos com esperança, confiantes nas surpresas de Deus e cheios de alegria”.

 

Que Nossa Senhora Aparecida, a mulher Mãe negra, interceda por todo o povo brasileiro, de maneira especial, pelas crianças que sofrem por não ter uma mãe presente. Pelas mulheres e crianças cuja vida é ameaçada por inúmeras doenças. Senhora da Conceição Aparecida, interceda pelas nossas famílias! Viva Nossa Senhora Aparecida! 

 | SAIBA MAIS | »    Nossa solidariedade ao povo de Pinhão... »    Fujamos da tranquilidade... »    Política, Igreja e combate à corrupção... »    Casa Comum, nossa responsabilidade... »    O Ano Santo da Misericórdia... »    Novembro Azul... | TODOS OS ARTIGOS | 
 
Facebook

RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA - ARQUIDIOCESE DE MARINGÁ

Rua Topázio, 732 - Jardim Real

Maringá - Paraná

Fone: (44) 3026-8811

E- mail: rccmaringa@gmail.com